Buscar
  • icasa1963

Após anúncio de rebaixamento do campo, Governo faz modificação no projeto da Arena Romeirão

No último mês de outubro, foi iniciado o processo de rebaixamento do campo da nova Arena Romeirão, em Juazeiro do Norte. O primeiro equipamento esportivo de grande porte a ser inaugurado no interior do Estado passa por uma etapa de extração manual do gramado e rebaixamento do campo, sendo que o Governo liberou novas imagens que atestam algumas mudanças arquitetônicas na estrutura da arena.

As principais mudanças segundo a atualização do projeto são na cobertura, na concretagem ao redor da arena assim como reestruturação na praça esportiva, que passa a ter capacidade total de 17 mil pessoas. A cobertura, que deveria contar com mosaicos em cor azul no projeto anterior, passaria a ser totalmente em branco, e na parte frontal do estádio grandes painéis com figuras que representam o esporte.

Toda a estrutura do campo será padronizada em relação as demais arenas pelo mundo, assim como o gramado, que passa a contar com certificação adotada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).

O espaço do campo de jogo para dois metros abaixo do que estava anteriormente é fundamental para garantir a visão total aos ocupantes das arquibancadas. Com esses serviços em execução, ainda é possível providenciar as melhorias necessárias à estrutura do sistema de drenagem. Outra ação em curso importante se refere a implantação e concretagem das contenções laterais do prédio, que garantem estabilidade ao solo e mais segurança para continuidade dos trabalhos.

As arquibancadas agora passam a contar com alicerces com estrutura de edifícios com vários pavimentos, a fim de suportar toda a demanda de torcedores e visitantes do equipamento, que também servirá para atrações musicais, festivais e eventos de grande porte.

Com investimentos da ordem de R$ 70 milhões, a entrega do Romeirão com funcionalidades de arena multiuso está prevista para o fim de 2021. Além da ampliação das arquibancadas, será implantada área de shopping, com museu do futebol, restaurante, lanchonetes, banheiros e estacionamento. O prédio também terá salas de administração e apoio, camarotes, cinco vestiários e cabines de imprensa.

Quando em operação, o empreendimento terá impactos positivos sobre Juazeiro e a região caririense, colocando o Romeirão não só no circuito nacional dos eventos esportivos, mas também de shows e eventos culturais e religiosos.






96 visualizações0 comentário